Etiqueta no Mundo Moderno

Em tempos de novas tecnologias e globalização, a etiqueta cor¬porativa também se revi¬gora. Mas sua essência continua a mesma: evitar gafes graves e facilitar o relacionamento entre as pessoas. É claro que muita coisa mudou desde a era de Luís XIV, o rei que governou a França entre 1643 e 1715, época em que os cerimoniais eram mais caprichos exibicionistas do que regras de convivência. Famoso por suas bizarrices, o monarca acordava e adormecia observado por dezenas de cortesãos. Hoje a nova etiqueta corporativa sugere simplicidade e funciona como um código universal, a serviço da eficiência na comunicação. Chefe do cerimonial do Palácio dos Bandeirantes (SP) e autora de dez livros sobre etiqueta, a consultora Claudia Matarazzo considera o bom senso a base de tudo. “Quando o usamos, não tem erro. Junto com a naturalidade e a afetividade, ele forma o tripé do código de relacionamento. Nesses tempos em que nos comunicamos cada vez mais por meio de máquinas, a etiqueta deixa de ser um conjunto de normas sem sentido para se tornar um facilitador das relações”, diz.

Para Susanna Sancovsky e Roberto Teixeira da Costa, autores do livro Nem só de Marketing… Postura e Comportamento no Mundo Corporativo, não apenas de talento vivem os bons executivos. “Muitos não conseguem chegar ao topo por falta de habilidade no trato social”, diz Susanna. Paulo Ancona, diretor da consultoria Vecchi & Ancona, vai além. “É importante que a atitude da empresa seja comum a todas as pessoas”, diz. Esse savoir-faire não é difícil. Com algumas regrinhas, e uma pitada de estilo, o sucesso está garantido. Confira!

Os smartphones recebem e enviam e-mails, permitem navegar na internet e acessar planilhas do Excel. Use, sim, todas essas aplicações, mas quando estiver sozinho

No smarthphone

Internet

Tele e videoconferências

Etiqueta internacional

Waleska Farias

Waleska Farias
Consultora de carreira e imagem


TREINAMENTOS RELACIONADOS


QUAL A SUA
NECESSIDADE?